Decidi parar de tomar anticoncepcional

Há pouco mais de um ano decidi começar a tomar anticoncepcional por uma série de razões. Por ter uma relação estável, por não desejar ter filhos agora e não gostar do sensorial da camisinha. Porque tinha medo e talvez um pouco de má vontade de procurar e testar outros métodos contraceptivos, como DIU e anéis vaginais. Porque o remédio foi recomendado por minha médica como uma opção pra diminuir a acne, que eu tanto detestava.

Eu sabia que o anticoncepcional não era a melhor opção pra mim. Mas quem disse que eu tive oportunidade de ser informada, ao longo da minha vida, das alternativas que eu tinha? Quem disse que as faculdades de medicina formam profissionais aptos a conscientizar mulheres como eu sobre os riscos que elas correm ao usar pílula? Ou indicar o que é melhor pra elas, caso a caso?

Eu não podia dizer que não sabia dos riscos que o anticoncepcional podia oferecer – sim, eu sabia que poderia me causar trombose, AVC e outros problemas, mas isso eu soube fora do consultório. Quem disse que, mesmo quando soube disso, eu conseguiria enfrentar de novo o olhar condenador das pessoas pra minha pele imperfeita? E mesmo tendo um parceiro compreensivo e que me dava total suporte, não era minimamente fácil desconstruir a ideia machista de que o ônus da contracepção deveria ser só meu.

Eu aceitei inchaço, celulites, dores nas pernas e a possibilidade de sofrer com doenças graves e até falecer por um rosto perfeito, por má vontade de testar outros métodos e porque se eu ou meu parceiro falhássemos, a gravidez seria uma punição, já que o Estado e a sociedade cerceiam a minha autonomia sobre o meu corpo. Levou um tempo, mas eu finalmente percebi isso.

Parar de tomar anticoncepcional é um desafio que nem todas as mulheres estão dispostas a enfrentar. Não é uma decisão fácil, eu sei bem, mas é por isso que nos próximos meses me dedicarei a contar sobre como será a minha experiência e também ajudar com dicas práticas pra tornar o processo e a vida sem pílula mais fácil pra mim e pra outras mulheres.

Preparadas? Acompanhem a tag #VidaSemPilula!

Foto: Philippe Huguen/Getty Images 

Anúncios

33 comentários sobre “Decidi parar de tomar anticoncepcional

  1. Tomei anticoncepcional por 6 anos. Comecei a pesquisar sobre o método quando percebi que estava muito mal humorada, sem lubrificação, sem libido. Só depois fiquei sabendo do tanto de mal que a pílula faz e que existem outras maneiras mais seguras de evitar gravidez.
    Resolvi que quero uma vida mais saudável, de tudo, menos remédios, cosméticos e alimentação mais natural, mais exercícios. E quero conhecer meu corpo sem influência de hormônios sintéticos, que eu não conheço depois de adulta. Estou no meu segundo ciclo sem, acompanhando minha temperatura basal e me protegendo de gravidez com camisinha. O primeiro foi sensacional! Meu humor deu um salto pra cima, libido e lubrificação melhoraram um pouco já. Eu consegui descobrir o dia da minha ovulação e duas semanas certinho depois lá veio a menstruação. É incrível! Eu fiquei com menos medo de engravidar do que algumas vezes com pílula, pois eu estou conhecendo melhor o meu corpo.
    Nesse segundo mês, o humor não está tão pra cima e estou com algumas espinhas, mas entendo que o corpo tem que se desintoxicar e ir voltando com o tempo.
    Sei que a pílula foi libertadora pras mulheres e pra mim serviu bem por um tempo, mas a gente tem que evoluir! Hoje temos mais informação e mais opções, hoje a gente pode escolher e se livrar disso.

    1. Incrível o seu relato, Bia. Tenho muitas amigas que passaram por isso. Estamos juntas nessa 😉 também concordo que vivemos outros tempos e existem alternativas.

    2. Que bom! Fico feliz por vc! Nunca tomei anticoncepcional e nem tenho vontade de tomar nunca na minha vida. No momento não tenho namorado nem ficante para dizer como me previno.

    3. Bia (ou alguém) quais seriam essas “outras maneiras mais seguras de evitar gravidez”? Porque acho que a falta de informação sobre as opções menos danosas ao nosso corpo é uma grande questão. Seria bom poder ouvir relatos daquelas que já tem um conhecimento e experiência maior a respeito das nossas possibilidades.

  2. Anticoncepcional vicia demais e por questões estéticas é ainda pior. Há 10 anos eu tomo anticoncepcional principalmente por causa da acne e já tentei parar diversas vezes, mas sempre acabo voltando. Agora faz 2 meses que não tomo e só estou estou conseguindo porque resolvi usar ácido na pele, o que não é lá uma troca excelente. Conclusão: acabo sofrendo de qualquer jeito com paranóias, dilemas, autoaceitação, enfim…. é muito complicado, e sendo vegana a minha consciência sempre pesa. Espero que você supere isso logo também (me sentindo naquelas rodas de reabilitação para dependentes químicos rs) e vou acompanhar seus novos posts sobre a matéria. Beijos!

    1. Experimentou melhorar a dieta com a redução dos carboidratos? Minha pele melhorou muito e nunca mais tive problema com acnes.

      1. Ah é? Eu como bastante carboidrato! Açúcar branco até consigo evitar, mas minha dieta é bem rica em carbs. Depois vou dar uma pesquisada sobre isso! Valeu!

    2. Olá Rafaela bom dia, to com o mesmo problema que você to tentando parar de tomar anticoncepcional faz algum tempo mas devido as espinhas que vem com tudo quando paro , acabo voltando a tomar.
      Gostaria de saber se eu parar de tomar e usar o acido que eu tambem ja uso,realmente ajuda na redução das espinhas ou não?

    3. Eu nunca usei pílula e tinha espinhas. Depois que mudei a minha alimentação, menos carboidratos e farinha branca. Tirei o glúten e lactose e minhas espinhas sumiram.

  3. Tenho algumas amigas que passaram um verdadeiro inferno tentando achar a “pilula certa” e que por fim tiveram que abolir o comprimido de suas vidas.
    O fato é que há mulheres que são de fato fisicamente intolerantes ao anticonceptivo oral, injetável ou adesivo – para isso existe a boa e velha camisinha, diu, pomadas espermicidas etc…
    E tem mais. Por que só a mulher deve se cuidar e se prevenir? Que o homem também assuma seu papel de parceiro e encape sim o brinquedo para entrar no jogo.
    Relacionamento é uma parceria, isso quer dizer, que é em conjunto que se descobre o melhor método para ambos.

  4. Acho que esta acontecendo um despertar geral sobre isto… mesmo sem procurar estou topando com depoimentos como o seu com frequência. Tbm vivia em conflito sobre isto. Há umas 2 semanas parei, um pouco medrosa, mas ciente de que é o certo. Creio que devemos ser o mais natural possível. Obrigada por compartilhar a experiência, vou acompanhar, vamos ver se será parecida com a minha. ^^ 😉

    1. É incrível como realmente tem sido um despertar coletivo msm!!! Prova de que não estamos sozinhos, estamos todos interligados e, quem sabe as curas e descobertas de umas serão as curas e descobertas de todas… Estamos juntas 😉

      1. Sim, exatamente. Acredito bastante nessa força de juntas podermos entrar em transmutação :))

  5. Eu parei e nunca mais tomo:
    http://www.bytatiane.com/2014/06/pilula-anticoncepcional-nunca-mais.html

    Eu quis engravidar, agora no pós parto estamos usando a camisinha. Mas depois quero testar esse método:
    https://www.naturalcycles.com/?locale=pt#!ncprevention

    Um médico me disse que para o organismo eliminar a pílula do organismo, leva uns 10 anos 😦

    A pílula é um hormônio do mal, destrói o corpo da mulher, infelizmente. Minha irmã de 19 anos quase morreu de trombose por causa da pílula. Eu tive hipotiroidismo por causa dela.

    Parabéns pela decisão.

    Para a pele ficar bonita vale um detox geral.
    Limpeza de fígado e vesícula parte 01 – A restauração:

    Limpeza de fígado e vesícula parte 02 – A restauração:

    Eu fiz essa desintoxicação e a pele fica limpa, no meu caso, deu certo:
    http://www.bytatiane.com/2015/05/como-desintoxicar-o-seu-organismo.html

    Adoro seu blog e sempre estou por aqui.

    Abraços
    Tatiane

  6. Certeza que vou acompanhar essa TAG! Muito me interessa esse assunto. Há alguns meses também parei de tomar, percebi uns vasos sanguíneos estranhos que nunca tive, e depois de conversar com uma amiga que tomava o mesmo medicamente, tive certeza que era a bendita. Métodos contraceptivos são um verdadeiro calvário para nós.
    E apesar da camisinha ser a mais indicada, quem que confia em usar um único método? Dureza, né?

  7. Esse post parece que foi escrito por mim haha, te entendo perfeitamente! Tenho pensado seriamente em parar também, inclusive marquei um ginecologista especializado em hormônios pra falar disso e ver o motivo dos meus hormônios estarem super alterados. Tô ansiosa pelos próximos posts!
    Beijo

  8. Que legal, Nyle! acho super pertinente. Parei há um mês e meio, depois de mais de dois anos tomando, porque já há um tempo tenho lido o seu blog e outros que seguem a linha de estilo de vida mais natural, e isso é um item que nao podia ser ignorado: tudo natural, mas tomando hormônios sintéticos? Enfim, é cedo pra falar, mas já me sinto muito mais bem disposta 🙂 minha libido tava lá no chão, e meu humor tava um lixo, além das dores de cabeça todo dia. Comprei meu termômetro basal, baixei meus apps e to monitorando meu ciclo desde então. é muito bom me conhecer e evitar a gravidez de forma harmoniosa com o corpo! não troco por nada. 🙂

    1. Ai, que bacana! Estou aguardando pra chegar nessa fase, por enquanto ainda estou na parte ruim 😦 que apps você usa? beijss

  9. Olá Nyle,
    Parabéns pelo blog! Venho companhando ele nos últimos meses e entro quase todo dia para pesquisar sua opinião sobre os cosméticos naturais que encontro. Vi em um post antigo sobre o grupo do facebook de cosméticos orgânicos, mas já tem umas semanas que minha solicitação de entrada esta como pendente. Ele foi desativado? Há outro grupo que possa recomendar?

    1. Oi Vivi! Ele está ativo sim, mas recebe muitas solicitações e infelizmente não consigo acompanhar tudo, pois sou sozinha na administração. Você será aceita em breve 😉

  10. Lembro bem de quando vi teu post de que tinha parado e o quanto eu pensei em parar e preferi continuar por questões de segurança mesmo. Medo absurdo de engravidar. Mas no último ano tenho passado por muitas mudanças e uma delas foi perceber que não quero mais tantas coisas artificiais passando pelo meu corpo e que gravidez não precisa ser um medo. Primeiro porque é super prevenível e segundo porque vai acontecer se realmente tiver que acontecer (tenho 3 amigas que engravidaram usando o anticoncepcional). Depois de muito pensar, conversei com a ginecologista e decidi que hoje tomei minha última pílula! (: obrigada por ser uma inspiração e vamos vendo como vai ser ❤

  11. Olá, também tomei anticoncepcional por muito tempo no começo era por causa das espinhas e depois como prevenção. Há 4 meses resolvi parar e realmente as espinhas voltaram com tudo, fui ao dermatologista e ele simplesmente disse que se eu quisesse ficar sem espinhas teria que voltar a tomar o anticoncepcional. Eu não concordei com ele, estou cheia de espinhas mais não voltei a tomar. Vou procurar outro dermatologista por que deve ter outro jeito de ter pele limpa sem precisar de anticoncepcional.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s