Olheiras: o que são e quais as causas?

acabar-com-olheiras
Camuflar as olheiras com maquiagem é um artifício de muitas pessoas, mas mais importante que isso é conhecer meios de combater o problema! (Foto: Reprodução)

O que é a olheira muita gente já sabe: um escurecimento ao redor dos olhos, geralmente na pálpebra inferior, que causa grande desconforto para quem o possui. Dependendo do tipo e coloração, as causas podem ser diferentes (estrutura óssea, acúmulo de melanina ou hemoglobina, retenção de líquidos, etc). Alguns tipos:

  • Olheiras constitucionais: são acastanhadas e aparecem quando o globo ocular fica alojado em um orifício profundo e coberto com uma pele muito fina, que permite transparecer a sombra da cavidade.
  • Olheiras melânicas: também são acastanhadas, mas causadas pelo acúmulo de melanina (proteína que confere pigmentação à pele, cabelos, etc). Geralmente ocorrem em pessoas de pele morena.
  • Olheiras sanguíneas: são arroxeadas e causadas pelo acúmulo de hemoglobina (proteína que, dentre outras funções, confere pigmentação ao sangue) ou produtos de sua degradação (bilirrubina, biliverdina e ferro).
  • Olheiras vasculares: são ligeiramente azuladas e causadas pelo excesso de retenção de fluidos, quando a microcirculação da região está prejudicada.

Tendo isso em mente é possível enumerar várias situações que contribuem para desencadear o problema. Confira:

  • Falta de sono: acredita-se que por prejudicar a microcirculação da região dos olhos e ocasionar palidez, a falta de sono pode contribuir para o agravamento das olheiras.
  • Genética: infelizmente, se é um problema que já faz parte da família, as olheiras poderão ser amenizadas, mas não eliminadas por completo – além, claro, de sempre exigir que você tenha um cuidado para evitar os fatores que as acentuam. Trabalhar o psicológico para se aceitar melhor também é importante, já que, embora cause desconforto e até haja maneiras de amenizar, a pessoa terá que conviver com essa característica.
  • Falta de hidratação: o ressecamento e a fragilização da pele da região ao redor dos olhos contribui e muito para o agravamento das olheiras.
  • Exposição ao sol: a exposição solar sem óculos escuros de qualidade e produtos com fator de proteção nas pálpebras podem acentuar a pigmentação ao redor dos olhos.
  • Perda de colágeno (proteína que dá sustentação e elasticidade à pele): à medida que a idade vai avançando ou por fatores que prejudiquem a produção de colágeno (má alimentação, cigarro, etc), a deficiência do mesmo tende a deixar a pele ao redor dos olhos mais fina e frágil, o que acentua as olheiras.
  • Cigarro e álcool: por prejudicar a produção de colágeno e a circulação, dentre outros malefícios, o álcool e principalmente o cigarro contribuem para o problema.
  • Friccionar ou fazer movimentos bruscos na região dos olhos: por ser uma área extremamente fina e sensível, fazer movimentos agressivos na região, seja ao retirar a maquiagem, aplicar cremes ou simplesmente coçar, pode romper vasinhos e causar acúmulo de hemoglobina na região, ocasionando olheiras.
  • Alergias, anemia, problemas respiratórios, carência de vitaminas: geralmente por prejudicar a circulação, por provocar coceira nos olhos ou dilatar os vasos sanguíneos na área, alergias e problemas respiratórios podem contribuir para as olheiras. Dentre outras consequências, a palidez ocasionada pela anemia e carência de vitaminas (principalmente a vitamina K, vitamina C e as do complexo B) podem acentuar as olheiras.
  • TPM, alterações hormonais: alterações hormonais podem desequilibrar a produção de melanina, escurecendo a região dos olhos. Na TPM, além dessa questão, alterações na circulação, estresse e retenção de líquidos podem piorar o problema.
  • Medicamentos: dentre outras implicações, medicações que causem dilatação dos vasos sanguíneos podem fazer com que a área sob os olhos escureça.

Sabendo as principais causas das olheiras, agora  fica mais fácil descobrir os modos de amenizá-las!

  • Mantenha o sono em dia: aqui já foi falado sobre várias dicas de como melhorar a qualidade do sono. Além disso, você pode fazer uso de chás como camomila (3 xícaras ao dia) ou mulungu (quem tem pressão baixa deve ter cuidado com esse último, tomar no máximo 1 xícara não muito concentrada).
  • Hidrate diariamente a região dos olhos com cremes específicos: duas vezes ao dia você deve hidratar a região dos olhos, fazendo os movimentos indicados no vídeo abaixo (sempre com muito cuidado!):
  • Usar produtos com filtro solar na região dos olhos e/ou sempre usar óculos escuros de qualidade
  • Alimente-se bem: uma alimentação balanceada garante que problemas como deficiência de colágeno, anemia e carência de vitaminas não acentuem as olheiras. Vegetarianos/veganos ou não, sempre é fortemente recomendável que se procure um nutricionista.
  • Pratique atividade física e beba muita água: a atividade física ajuda a combater a má circulação no corpo, melhora a qualidade do sono e, aliada à ingestão de água, ajuda na retenção de líquidos.
  • Elimine ou ao menos restrinja ao máximo o uso do álcool e principalmente do cigarro na sua vida: aqui já foi dado algumas dicas para parar de fumar.
  • Evite friccionar ou fazer movimentos bruscos na região dos olhos: principalmente na hora de retirar a maquiagem, evite o atrito e seja o mais gentil possível nos movimentos. Ter bastante cuidado ao coçar a região também é importante.
  • Controle da alergia: quem sofre de rinite, sinusite e toda a classe de ites do sistema respiratório sabe o quão complicado é lidar com o problema. A solução definitiva só é obtida com a ajuda de um médico, mas algumas medidas podem amenizar o problema. São elas: manter a casa sempre limpa e arejada, com as cortinas/persianas abertas para que o sol possa entrar (pois ajuda a combater microorganismos); manter os tapetes e cortinas regularmente aspirados/lavados (ou evitá-los); evitar cosméticos e produtos que tenham aroma intenso ou fragrâncias sintéticas (geralmente vem na composição como “parfum”,”perfume”, “fragrância”, “fragrance”); limpe a casa apenas com itens como álcool, vinagre, limão, bicarbonato de sódio e sabão, pois não agridem o olfato; troque regularmente as roupas de cama e deixe-as frequentemente no sol para evitar o acúmulo de ácaros e outros microorganismos.
  • Controle das alterações hormonais: a alimentação durante a TPM e grande ingestão de água faz total diferença para evitar a retenção de líquido, estresse. Para ajudar na circulação, nada melhor do que a prática diária de atividades físicas aeróbicas, tais como corrida, caminhada, dança, bicicleta, subir e descer escadas.

Amanhã trarei algumas receitas caseiras e opções de produtos para cuidar da área dos olhos!

Algumas fontes e referências: Altmedicine; G1; MdeMulher

5 comentários sobre “Olheiras: o que são e quais as causas?

  1. Gostei da parte de treinar o psicológico. Eu sei o que é sofrer com olheiras genéticas. Desde adolescente o que eu mais ouço é: “nossa, nunca tinha visto pessoalmente uma olheira tão forte…” afffff O povo também não tem noção, vou te falar, viu?
    Infelizmente, se você é uma pessoa vaidosa sua auto-estima fica meio abalada. Eu não saio de casa sem corretivo (às vezes até em casa eu uso), sempre gastei horrores até descobrir que a melhor cor pra mim era laranja e não amarelo, etc, etc, etc. E pra piorar não estou mais muito novinha, tenho que hidratar muito senão o produto craquela, e por aí vai.
    É uma verdadeira escravidão, acho que uma boa terapia não cairia mal pra mim… rsrsrs

    1. Sim, Deise, quando o problema é muito severo e a pessoa não quer ou não pode gastar com tratamentos mais intensivos, a parte psicológica é imprescindível. Eu já fui bastante encanada com isso de não sair sem maquiagem (com minha autoimagem de um modo geral) e depois da terapia fui melhorando bastante. Hoje eu vou pra academia de cara lavada e no dia a dia eu uso quase nada, só um corretivo, nem rímel tenho usado mais por preguiça de tirar depois hahahaha acho libertador. Tomara que você consiga trabalhar isso, terapia é uma boa escolha, beijoss

  2. Me ajudou bastante essas explicações sobre as olheiras, pois apareceu em mim umas muito feia, parecia q estava doente mas acabei de descobrir que pra quem tem renite as olheiras também podem aparecer.
    Estou com a renite atacada e não sabia que poderia ocasionar as olheiras!!!!!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s