Qual é o verdadeiro preço do seu cosmético?

Uma das tarefas mais difíceis em ser blogueira nesse nicho de cosméticos orgânicos é a dificuldade que temos em fazer as pessoas enxergarem que é preciso analisar conscientemente qual é o real preço de um produto “barato”, e que “caro” é um conceito quase sempre relativo.

O que faz um cosmético convencional ter preços tão acessíveis? O que faz um shampoo de farmácia ser menos de R$ 8 e um shampoo orgânico mais que o quádruplo disso? São muitos fatores, é difícil citar todos, mas um dos pontos primordiais são os ingredientes utilizados.

Derivados de petróleo, silicones, surfactantes sintéticos, etanolaminas, corantes e conservantes sintéticos – entre outros milhares de ingredientes usados pela cosmética – têm custo barato e movem a indústria convencional. O problema disso é que grande parte dessas substâncias são altamente poluentes, e a médio e longo prazo são capazes de trazer danos à saúde de quem as usa. Aqui no blog você já teve oportunidade de conhecer os danos de muitas dessas substâncias através desse, desse e desse post.

Ou seja, os R$ 8 reais que você paga em um produto na perfumaria não são só R$ 8. Nessa conta não está incluso o zelo pela saúde do trabalhador das fábricas que, embora com proteção, está exposto a inúmeras químicas nocivas para produzir esse cosmético, não está incluso os danos ao meio ambiente que pode vir a causar, não está incluso os gastos médicos que você pode vir a ter com reações alérgicas, dermatites e até câncer (visto que muitos ingredientes podem facilitar o surgimento dele).

Quando você compra por uma pechincha uma paleta de 100, 150 cores de sombra, geralmente fabricada em países asiáticos, você está pagando uma “pechincha” para ter um produto que pode possuir concentrações preocupantes de metais pesados, que foi feito por mão de obra que recebe salários ridiculamente baixos, que foi testado em animais.

Tenha certeza que o real valor de um cosmético convencional seu salário não paga – é o meio ambiente, os animais e a sua saúde que o fazem. É tentador entrar em uma perfumaria e ver produtos aparentemente bons, com preços acessíveis – quem resiste? Mas se cada um tivesse a oportunidade de saber quanto custam aqueles míseros R$ 8, resistiriam à tentação.

No começo eu ficava completamente assustada com o preço dos cosméticos orgânicos. Hoje, eu aprendi que quem paga por esses cosméticos está pagando por preservação ambiental, matéria prima de qualidade, produtos que não trazem danos para saúde, que respeitam o trabalhador, os animais e principalmente o consumidor. Não é caro, é o preço justo.

Por diversas vezes eu vi leitoras dizendo que certo produto natural ou orgânico mostrado aqui no blog é “meio carinho” ou “carinho” sendo que paga o mesmo preço ou até mais em cosméticos convencionais mostrados nos grandes blogs. É uma inversão de valores enorme alguém pagar quase R$ 200  em uma base da MAC e ficar resmungando por pagar R$ 70 em uma base orgânica. Eu falo isso porque eu já fui esse tipo de pessoa e até hoje eu luto para mudar os resquícios dessa mentalidade.

Eu sei que, para alguns, pagar por cosméticos orgânicos e naturais não é questão de escolha. No entanto, para muitos, isso não é um problema: dinheiro não falta, o que falta é reavaliar as próprias prioridades, perceber que, se a grana está curta, ela deve ser gasta no que realmente é necessário.

Mudar esse pensamento não é fácil, mas uma vez que você tenha consciência de qual é o real preço do seu cosmético fica muito mais fácil optar pelo que realmente vale a pena e ser um consumidor mais consciente. Os animais, o meio ambiente e sua saúde agradecem!

Anúncios

30 comentários sobre “Qual é o verdadeiro preço do seu cosmético?

  1. Nyle, ja que voce fala dos ingredientes nocivos a nossa saude em varias postagens, pode me indicar qual(is) eu poderia imprimir como colinha na hora de comprar produtos? Hoje fui comprar alo, fui ler os ingredie e fiquei na duvida e no fim deixei. Obrigada!

  2. Oi Nyle!
    Adorei o post. Acho que ele reflete exatamente a mudança de conceitos que a população em geral está precisando. Nunca fui muito consumista, mas confesso que entrar numa farmácia cheia de “maravilhas” era uma tentação. Mas agora não é mais, estou enxergando as coisas por esse outro lado, ver realmente o que vale um produto, por todas as coisas que você citou. Não só cosméticos, mas também roupas, sapatos, etc. Quando olho ao meu redor, fico impressionada às vezes com o consumismo de algumas pessoas e me pergunto se pelo menos elas tem noção do que de fato significa tudo isso.
    Então,parabéns pelo post, tenho certeza de que ele contribui muito fazendo as pessoas refletirem!
    Bjs!

  3. Nyle, eu comecei a usar shampoo organico há pouco tempo, mas as transição ta sendo bem difícil… será que se eu passar a usar shampoo livre de petróleo e silicone e só os outros produtos capilares organicos(leave-in, mascara de hidrataçao, condicionador, etc..) essa adaptação é mais tranquila?
    Eu concordo com tudo que voce disse. Produtos organicos são mesmo mais caros, mas eu, por exemplo, sempre pesquiso bastante e acabo encontrando promoções, fora que prefiro gastar um pouquinho a mais e ficar mais tranquila quanto à alergias e possiveis problemas futuros..

  4. Adorei essa postagem, Nyle! Eu também já tive essa mentalidade do quanto mais barato melhor, sem pensar nas consequências disso. Hoje em dia eu consigo me virar, ainda que eu não tenha muito dinheiro. Se eu estou apertada, por exemplo, uso o bicarbonato de sódio como shampoo, ou o óleo de coco como hidratante. Pensando bem, eu gasto menos usando produtos naturais pois acabo usando menos coisas na minha rotina, a diferença é que o investimento inicial é um pouco maior, mas os produtos duram mais e podem servir para diversas coisas diferentes.

  5. Excelente, pura verdade.andei dando uma olhada em opções de batom, e a tânagra diz n testar em animas e n ter parabeno, mas n tive acesso a composição será q é seguro? o preço é legalzinho. o q vc acha dos produtos desta linha? Estou pensando em usar o alisamento,mas estou com medo. obrigada.

    1. Marina, os cosméticos Ada Tina são convencionais, possuem inúmeras químicas polêmicas. Mas se você está procurando somente um produto não testado em animais, é uma opção sim. beijos

  6. Olá Nyle,
    Como sempre maravilhoso o post,
    Já estou usando alguns produtos naturais, como arte dos aromas, surya, e mult vegetal.
    Mas estou com um pequeno problema se puder me ajudar, há algum tempo parei de usar desodorante, mas como ainda não dá pra comprar um natural, afinal eles são meio caros, né, e ainda não tenho condições de comprar, ai então, comecei a usar bicarbonato de sódio, mas minha axila escureceu, você me indicaria algum desodorante convencional menos agressivo?
    Me ajude, please…..rsrsrs
    Obrigada
    Elaine

    1. Muitas leitoras usam leite de magnésia e dizem que funciona, já testou? Acho que pode dar certo. sobre o escurecimento da axila, você tentou hidratá-la? o escurecimento por ser por conta de ressecamento, tente hidratar com alguma manteiga vegetal pura umas 2 vezes por semana, antes de dormir. pode ajudar. beijoss

  7. Parabéns pelo post! Perfeito! Vamos compartilhar no Face da Caule!
    Precisamos de muitas pessoas pensando assim no mundo!
    Moro perto de uma Lagoa fantástica e que está poluída, se pensarmos bem todos moramos perto de rios, lagos, lagoas… que poderiam ser verdadeiros paraísos para lazer, esporte, transporte, banho… se não estivessem em estado deplorável. Se o que sai pelo nosso ralo é poluição como queremos um mundo sem poluição?
    Além dos cosméticos naturais é importante usarmos sabão de coco ao invés de sabão em pó convencional e vinagre e álcool ao invés do arsenal químico sintético para lavar as roupas e limpar a casa.
    Parabéns para quem tá ingressando, agora, também nesse caminho!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s