Margarina é similar ao plástico? Veja os motivos pelos quais você deve evitá-la!

margarina

Já ouvi inúmeras vezes que a margarina “está a uma molécula de virar plástico”. A afirmação sempre me deixava extremamente intrigada, até que certo dia fui pesquisar mais detalhadamente e não achei absolutamente nenhum artigo sério que prova isso. Cheguei à conclusão que é mais hoax bocó da internet até que me provem ao contrário.

Mas, antes que você já fique achando que a margarina é saudável, senta aí que não é bem assim. Apesar de não existirem provas de que a margarina é um plástico melhorado (ou piorado, depende do ponto de vista), há outros motivos para evitá-la, e são muito mais sérios. Veja:

A maioria das margarinas contém BHT – antioxidante potencialmente cancerígeno e proibido em muitos países

Já ouviu falar do BHT? Ele é um antioxidante amplamente usado para, como já fica pressuposto, retardar a oxidação da formulação de alimentos, remédios, cosméticos, dentre outros. Em muitos produtos que contêm óleos e manteigas vegetais, ele evita que os mesmos fiquem ransosos, por exemplo.

Ele foi banido em países como Suécia, Austrália, Japão e nos Estados Unidos é proibido em alimentos infantis. Segundo o European Food Safety Authority, esse ingrediente tem limitadas evidencias de cancirogenicidade e de acordo com EWG, um ou mais ensaios in vitro em células de mamíferos apresentaram resultados positivos para mutação e um ou mais estudos mostram a formação de tumores em doses elevadas do composto.

Um estudo publicado no Pubmed apontou que o BHT resultou em tumores no fígado e concluiu que tanto o BHT quanto o BHA (outro antioxidante similar a ele) “gatilham” a formação de tumores. No entanto, o artigo também destacada que os resultados foram obtidos em doses elevadas e em tratamento a longo prazo.

Margarina não tem gordura trans nem colesterol… Mas tem gordura interesterificada, que também pode fazer mal

Todas as vezes que vejo a propaganda “ame seu coração” de uma certa empresa aí tenho vontade de rir. Para quem não está acostumado a ler rótulos e não se preocupa com o que está ingerindo, de fato, a ideia parece realmente atrativa: não tem gordura trans e diz que faz bem para o coração? Excelente!

A verdade é que, embora a maioria das margarinas não tenham mais gordura trans (se você não conhece, leia mais aqui), atualmente elas usam a gordura interesterificada, que é obtida a partir da mistura de óleo vegetal totalmente hidrogenado (gorduras trans) e óleos vegetais líquidos. Uma gordura trans 2.0, por assim dizer.

De acordo com o site do Dr. Mercola (bem famoso nos EUA), a gordura interesterificada pode favorecer o aparecimento de diabetes, além de diminuir o colesterol benéfico, o HDL (protetor do nosso sistema cardiovascular). Estudos também apontam a mesma “novela” já vista anteriormente em relação à gordura trans: aumento dos níveis do colesterol ruim, o LDL, que em excesso pode provocar doenças como AVC, infarto.

Algumas marcas fazem testes em animais, fique atento(a)!

Marcas como a Becel pertencem à Unilever, que realiza testes em animais: ao comprar um produto dela, indiretamente você está financiando a prática. Se você é vegano ou vegetariano, vale a pena mencionar que tanto a Vigor (que detém também as marcas Amélia e Mesa) quanto a Leco, que comercializam margarinas, pertencem à empresa brasileira JBS – detentora do maior frigorífico de carne bovina do mundo.

Marcas como a Mila, Primor, Soya, Delícia, All Day e Cyclus, que pertencem à empresa Bunge, utilizam transgênicos. Aqui eu já expliquei tudo sobre eles e porque você deve evitá-los. Se você está com preguiça de ler, aí vai: podem causar alergias, gerar proteínas tóxicas, alterar o valor nutricional do alimento e também estão fortemente relacionados ao surgimento de câncer.

Ok, margarina não. Manteiga pode?

Poder até pode, ninguém te obrigar a não comer. No entanto, é imprescindível lembrar que as manteigas possuem alto nível de colesterol e gordura saturada (que pode se converter em colesterol no organismo) e podem levar ao surgimento de doenças cardiovasculares.

O que comer no lugar da margarina e da manteiga, então?

Caso o uso seja para passar em pães, biscoitos e torradas, as opções são inúmeras. Veja:

  • Manteiga de gergelim, o famoso Tahine (compro o da marca Jasmine)
  • “Manteiga” de azeite extravirgem (veja a receita aqui)
  • Azeite extravirgem (em pães mais fofos e aerados, basta despejar azeite extravirgem, colocar um pouco de orégano e comer!), que é rico em gordura monoinsaturada, extremamente benéfica para o coração
  • Creme de extrato de soja (fica uma delícia, acredite em mim)
  • Tofupiry

Caso seja para untar assadeiras ou coisa do tipo, o óleo de coco extravirgem pode exercer perfeitamente essa função. Se você for usar para fazer alimentos específicos, basta pesquisar receitas que não levem margarina ou manteiga. A internet é democrática e existem receitas para todos os gostos e necessidades. Quer um exemplo? Esse bolo de cenoura aqui não leva margarina, manteiga e nem ovo… E dá certo. Opções não faltam!

18 comentários sobre “Margarina é similar ao plástico? Veja os motivos pelos quais você deve evitá-la!

  1. Oi Nyle,
    Uma alternativa que encontrei à manteiga é um preparado feito com azeitonas e óleo de oliva. Vende o preparado pronto, mas dá pra fazer em casa, misturando azeitona amassada, ervas e limão. Fica uma delícia!
    Beijos

    1. manteiga não gata! Margarina! Manteiga, alias, é super bem vinda na minha dieta low carb onde posso abusar e me lambuzar de manteiga de garrafa e daquela de lata, AVIAÇÃO… aDOOOOOOOOOOOORO!

  2. Eu costumo fazer pão na chapa só que sem margarina, substituo por azeite. Será que “esquentar” o azeite faz ele ficar menos saudável? Ou eu to viajando?

    1. Sim, quanto mais quente, mais ele perde suas propriedades. O ideal é consumi-lo sem aquecimento nenhum. Se for aquecer, aqueça o mínimo possível, sem torrar o pão.

    1. Não tem todos não, aqui consegui achar só em um, mas se garimpar você acha pronto! Se não der pra achar, na internet tem receitas pra tu fazer, aí usa gergelim in natura mesmo

  3. Olá,
    meu nome é Tatiana,
    eu gostaria de saber se o Tahine pode ser usado para fazer bolos como cupcakes, e também salgados, ou seja o Tahine pode ser usado para fazer alimentos que necessitam ir ao forno? Se o Tahine não puder ser usado para este caso, você pode me indicar algo que faça o seu papel no lugar da manteiga ou da margarina?

    Obrigada,
    aguardo a sua resposta.

    1. Tatiana, eu creio que não tenha nenhum problema aquecê-lo, não. Do ponto de vista nutricional é melhor consumi-lo em temp ambiente mesmo pra preservar seus benefícios, mas do ponto de vista culinário acho que não há problema. Eu nunca fiz o teste, mas acho que o máximo que pode acontecer é ele dar uma amolecida com o aquecimento, talvez.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s