“O seu blog é uma vitrine”

vitrine-fechada-iguatemi1
Foto: Reprodução

Outro dia recebi um comentário curioso que me fez refletir sobre o que os leitores aqui do blog andam pensando sobre ele. A pessoa disse o seguinte: “O blog tem uma proposta boa mas acabou se tornando uma vitrine de lojas!”. Ao mesmo tempo que me deixou um pouco ofendida, me inspirou a fazer esse post para esclarecer algumas coisas.

O Lookaholic já tem pouco mais de um ano de vida e eu suo para dar conta dele sozinha. Posto religiosamente de segunda a sexta, procuro trazer conteúdos variados, resenhas, guias, tudo o que eu acho que é digno de estar aqui e ser lido. Quem acompanha, sabe: procuro ser extremamente responsável em relação às informações que publico e nada, absolutamente nada, é postado sem uma longa e criteriosa pesquisa.

Blogs, naturalmente, crescem, e quando o seu ganha destaque, naturalmente as lojas e marcas vêm te procurar. O Lookaholic tem parcerias sólidas e frequentemente recebo cosméticos para testar. Além dessas lojas, também ocorre de as próprias marcas me oferecerem produtos.

Como muita gente sabe, cosméticos orgânicos/naturais não custam barato, e eu não sou diferente de várias de vocês: às vezes eu não tenho grana para sair comprando o que eu quero. Logo, não fossem pelas parcerias que tenho, muitos dos produtos bacanas que mostro aqui eu não teria a oportunidade de testar (e, por tabela, vocês não teriam oportunidade de conhecer).

Se o Lookaholic é, de certa forma, uma “vitrine de lojas”, sim, é. E eu tenho orgulho de ser um veículo que traz lojas sérias, que vendem cosméticos a favor da causa animal/meio ambiente/saúde ao conhecimento das pessoas. A propaganda não é maléfica quando o consumidor está ciente de que aquilo foi ganhado, que a blogueira tem parceria com aquela loja. Eu sempre deixo claro e jamais faria algo diferente disso.

Se vocês repararem bem, nunca eu digo palavras como “eu recomendo”, “compre”. O blog é, de fato, uma vitrine: as vitrines não obrigam você a comprar, ela estão ali para mostrar o produto e só diz respeito a você decidir se quer ou não comprá-lo. É uma lógica muito simples. Nada aqui é imposto, não aqui é mentido, minha opinião, independente de qualquer coisa, sempre foi e sempre será despretensiosa.

Eu sempre fui muito séria e comprometida em tudo que faço e desde o primeiro momento que criei o blog eu sabia que um dia eu poderia ser apedrejada por receber produtos, por estabelecer parcerias – por, sei lá, crescer e me destacar de certa forma. Sabendo disso, procurei, também desde o primeiro dia, sempre dar minha opinião sincera, honrar a confiança que me é dada. Eu seria apedrejada de qualquer forma porque na internet você é (mesmo que não faça nada), mas ao menos eu estaria com minha consciência limpa, poderia pensar “eu fiz a coisa certa”. Sempre joguei limpo.

Se eu ganho um produto para falar, estará explícito. Se comprei algo ou ganhei, a opinião será dada da mesma maneira: despretensiosamente, nada além disso. O blog cresceu, algumas coisas mudaram e continuarão mudando, cada dia mais receberei produtos para falar e isso é algo natural, mas a minha essência não mudou, e nem vai!

A minha sinceridade e minha opinião não valem um shampoo, um batom. Elas não estão à venda, são um dos bens mais importantes que eu tenho e honro ao escrever aqui. E assim será, sempre.

29 comentários sobre ““O seu blog é uma vitrine”

  1. Gosto muito do seu blog e estou sempre por aqui. Ele se tornou uma das fontes mais confiáveis para eu me informar sobre produtos cruelty-free. Consulto outros sites e blogs e o que você faz aqui é realmente diferenciado. Eu torço mesmo para que você ganhe produtos, teste-os e nos diga o que achou, assim nós, leitores ganhamos com conhecimento e informação e você, no mínimo, tem produtinhos delicia para usar. 🙂
    Sou muito grata por você compartilhar o que aprende .

    Não ligue para comentários como o que você citou. Como disse, nas Internets sempre terá alguém com uma ‘opinião muito importante’ para dar.

  2. Muito bem explicado, Nyle! Não vejo por que alguém se incomodar com a quantidade de produtos que você resenha. Nunca vi isso como uma vitrinização do seu blog, pelo contrário! Acho muito bom que tenha cada vez mais e mais divulgação de produtos do tipo que você mostra aqui! Estar mostrando às pessoas as opções orgânicas (que são tudo o que você disse muito bem no post) pode ajudar a torná-los mais comuns e, quem sabe, diminuir o consumo desses outros, que além de terem substâncias prejudiciais, vários testam em animais.
    Acho seu blog muito bom, confio na sua opinião e honestidade, gosto muito da forma como escreve e adoro as resenhas que você faz.

  3. Oi Nyle
    Seu blog é um dos melhores que leio,através dele fiquei/fico sabendo de informações muito importantes para a minha saúde e bem estar. Obrigada por gastar parte do seu tempo compartilhando seu conhecimento com a gente, espero que vc continue assim por muito mais tempo.
    Bjs

  4. Excelente esclarecimento. Não há nenhum blog que não seja “uma vitrine”. Aliás, todos nós somos vitrines o tempo todo.

  5. Nyle, vc está certíssima! Ainda bem que temos blogs conscientes como o seu. Continue com seu belo trabalho aqui, sem medo de comentários sem fundamento. Bjs!

  6. Nyle, só de vc ter escrito um post sobre isso demonstra o seu caráter!
    Na verdade, vejo o seu blog como um blog sobre saúde e espero que cada vez mais as empresas te procurem, pois acho que a desmistificação de produtos fora do eixo high end-paris-mac-chanel-avon-drugstore e blablabla é um grande passo para que leigos passem a consumir produtos cruelty free e que não nos façam mal! Keep walking! Beijos

  7. Fui eu quem fez o comentário e não quis ofender de forma alguma. Acredito que críticas são sempre bem-vindas e necessárias, desde que não sejam ofensivas, e isso eu não fui de jeito nenhum. Não criticaria se não fosse uma leitora sua (o que sou mesmo, e não deixei de entrar no blog por causa disso). Enfim, espero que entenda e não queria que vc tivesse interpretado negativamente! Me desculpa se fui categórica ou ríspida. Um beijo.

  8. Concordo com tudo que a Melissa acima falou e com o que as outras meninas falaram. A de cima não sou eu, mas ela falou tudo o que eu queria falar. ❤

    Beijo!

  9. Eu não me importo que voce continue recebendo cada vez mais produtos pra testar.Através desse blog eu descobri produtos e dicas incríveis, que fizeram muita diferença!E acho que fica bem claro que a resenha dos produtos é só um adicional porque, pra mim, o foco são as dicas de alimentação e bem estar. (:

  10. No começo, acompanhava o blog por achar que ja entendia bem do assunto e poderia, sei la, de certa forma “compartilhar” o que eu vivia, depois de um certo tempo, vi que não sabia praticamente nada! Aprendi muita coisa aqui, conheci diversos produtos, lojas e marcas que se encaixaram no que eu procurava. Acho ótimo que seja uma “vitrine de lojas”, assim eu não preciso sair da cadeira e nem procurar muito pra ter tudo o que eu quero. Obrigada ❤
    Continue me ajudando horrores! Beijo Nyle!

  11. Nyle, não concordo com essa opinião da leitora. Pelo contrário, suas postagens são bem densas de conteúdo, o que falta em uma mera vitrine. Se você opta por produtos de determinadas lojas parceiras, tem seus motivos e não há mal algum nisso. Se não interessa comprar o exato produto da loja que citou, eu aproveito a dica que sempre vem junto de outra forma. Ou seja, não é uma propaganda simplesmente inútil pra quem não pretende comprar, mas sim uma post informativo. Não desanime. O seu blog não é uma vitrine. A pessoa está interpretando-o mal.

    1. Lorena, obrigada pelo seu comentário e pelo apoio. Fico feliz que tenha uma concepção diferente e aproveite o conteúdo! beijos

  12. Bem, que bom que a leitora se retratou, porque a realidade é que a intenção do outro ao dizer algo, não é sempre entendida. Você se sentiu ofendida, seu pseudo ofensor se retratou e tudo ficou resolvido. Gosto do seu blog também, através dele conheci um pouco mais sobre o mundo dos cosméticos veganos, algo que vinha querendo introduzir na minha realidade. Não é muito fácil considerando os valores. Mas nada ue uma reeducação e ponderação sobre o que realmente é importante não resolva. Tenho refletido sobre meus gastos e com isso tem sobrado um dinheiro a mais para essas coisas importantes.
    Continue prestando esse serviço, vc vai longe. Procure parcerias com roupas e calçados também! Já ouviu falar di ViSta-se? Não me lembro se o conheci através de você, é um site vegano muito bom. Procure patrocinadores!
    Vc é uma inspiração, após tão pouco tempo como vegetariana, virou vegana rapidamente. Sou vegetariana a mais de 13 anos, entrei no processo a mais de 15 (incluindo refrigerantes) e ainda não consegui mudar para vegana em definitivo.
    Parabéns por tudo que faz e que é.

    1. Jac, obrigada pelo apoio! Eu ainda não sou vegana, acho um caminho meio complicado pra quem até ontem era uma vegetariana queijólatra… Estou me esforçando e já diminui coisas de origem animal sensivelmente da minha dieta, no dia a dia é raro eu comer algo não vegano, mas mesmo assim ainda tenho minhas fraquezas, embora lute contra elas… O importante é não desistir! Vamos continuar lutando, né? beijoss

      1. Você conhece alguma loja, site ou marca que tenham botas para trilhas feitas sem couro?

  13. Gosto muito do seu blog apesar de nem sempre comentar. Mas, passo por aquie leio.
    O blog em sim é uma vitrine escrita. Seja ela mostrando o seu pensar, estilo de vida e até mesmo produtos. Ainda bem q escutem blogs assim. Por exemplo: Eu vivo em uma cidade em desenvolvimento com mais ou menos 100 mil habitantes, estou há 40 minutos de San Diego. Cidade essa onde tem muitas lojas, shopping se opções de lazer. Do outro lado está Los Angeles há 2 horas de onde estou. Onde tem milhares de shoppings e etc… Sabe onde procuro referências? Em blogs. Sim, pq o Google maps vai me dizer o tempo de chegada, mas algum blogueiro vai me falar a experiência do local e etc… Com sua experiência pessoal. Seja ele fazendo um publipost ou não cabe a mim decidir se sou influenciado ou não. Acho super válido lojas buscarem parcerias com blogueiros, porém dando a liberdade do blogueiro dizer o q achou. Hoje muitos blogueiros influentes fazem inúmeras propagandas e muitas vezes mentindo sobre o produto, isso sim é vergonhoso. Muito bom vc conseguir essas parcerias, te parabenizo por isso. Imagina vc comprar todos os produtos q vc fica curiosa e nos dizer o q achou? Vc iria gastar muito dinheiro do seu bolso. O que eu não acho válido são essas blogueiras dizerem q não vive sem isso, aprovo isso e etc… Outro dia vi uma blogueira super influente mostrando o q tinha na bolsa. Ela foi pega desprevenida e o q tinha na bolsa não era nada daquilo que ela posta em seu blog e vídeos no YouTube. Eu amo produtos veganos e se pudesse receber parceria pelas marcas q eu já compro, seria uma maravilha pq eu economizaria muito. Rs
    Sucesso p vc e que Deus te ilumine pra continuar dando frutos nessa sua jornada. Beijos 😘😘😘

    1. ô, querida, muito obrigada pelo carinho ❤ eu não vejo problema em receber coisas, desde que fique claro que estou recebendo tudo, desde que isso não contamine a opinião, enfim, essas coisas. Eu concordo com você, tem muita gente que recebe jabás só por receber, ou por grana… Aqui, não, só recebo o que eu uso, mesmo. rs beijão ❤

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s