Receita de “mini pizza” de abobrinha e brócolis

IMG319

Outro dia eu estava com vontade de comer mini pizza, mas queria algo vegano e fácil de fazer, com ingredientes que eu tivesse em casa. Dei uma fuçada na geladeira e “inventei” essa mini pizza acima que, no lugar da massa convencional, leva abobrinha.

É uma receita rápida e pouco calórica, mas por conta do creme de cebola industrializado que eu usei (eu confesso que não gosto de usar isso e não é minha opção preferida por ser industrializado, cheio de tranqueira), não vale a pena fazer com frequência por conta do sódio (péssimo para quem tem retenção de líquido ou pressão alta), só uma vez na vida e outra na morte.

O que eu costumo a usar mesmo é brócolis picadinho (ou couve flor) + molho de tomate caseiro por cima. Fica bem light, bem saboroso (por conta do molho e as ervas que eu uso) e saudável.

Receita de “mini pizza” de abobrinha e brócolis

Ingredientes

  • 3 colheres (sopa) de creme de cebola (esses pozinhos que vendem em supermercado)
  • 1 xícara (chá) de água
  • 1 colher (sopa) de azeite de oliva extravirgem
  • 10 fatias médias de abobrinha
  • 2 xícaras (chá) de brócolis picadinho (já cozido)

Modo de preparo

  • Ferva a abobrinha por uns 20 minutos (ou até que ela fique macia, fácil de espetar com o garfo, porém firme) e reserve. Dica: coloque um pouquinho de sal (não muito, umas pitadas só) na água para dar um “up” na abobrinha. 
  • Dilua o creme de cebola na xícara de água, acrescente em uma panela e leve ao fogo (é importante que você dilua antes, se você fizer isso com a água quente vai empelotar!). Mexa bem até que engrosse e vire um creme (assim como na foto). Se ficar muito grosso, acrescente mais água, se ficar muito ralo, acrescente mais pozinho.
  • Regue as fatias de abobrinha (ambos os lados) com azeite e coloque-as em uma assadeira. Acrescente um punhado de brócolis por cima de cada fatia e posteriormente o creme de cebola por cima.
  • Coloque as “mini pizzas” no forno (pré-aquecido por 10 minutos) baixo e deixe uns 10 minutos (não mais que isso), retire e sirva!

Outras opções

  • Molho de tomate + proteína de soja é uma opção interessante para usar no lugar do creme de cebola (caso você vá comer só de vez em quando, claro, proteína de soja não deve ser comida diariamente). A receita desse molho eu já fiz aqui, é o mesmo.
  • Se você quiser, dá para usar um molho de tomate caseiro bem saboroso (com alho, cebola, alecrim, cheiro verde, salsinha, o que você preferir – eu amo usar esses 5 ingredientes que citei) no lugar do creme de cebola (eu prefiro e recomendo). Abaixo tem um passo a passo de como preparar um molho de tomate caseiro:

Obs.: lembre-se sempre de usar azeite extravirgem e tomates bem maduros!

8 comentários sobre “Receita de “mini pizza” de abobrinha e brócolis

  1. Ficou com uma cara boa! Pensei que o molho de cebola fosse um mandiokeijo.
    Por que a proteína de soja não deve ser usada diariamente? Vc já viu algum artigo sobre isso? Pq eu vejo todo mundo comentando isso, mas nunca encontrei nenhum embasamento científico!

    1. Então, pode ser mandiokeijo também. Eu vi o Dr. Eric Slywitch recomendando “É importante que saiba que o uso de soja é desnecessário na dieta vegetariana, e qualquer feijão vai substituí-la de forma adequada. Com relação à proteína texturizada de soja (PTS), é um alimento de teor nutricional menos favorável que os feijões. Seu consumo pode ser de grande valia para veganos submetidos a alguns tipos de cirurgias para obesidade, pois em algumas ocasiões é uma das poucas fontes protéicas que eles conseguem ingerir por um período de tempo. Para os que estão em transição para uma dieta vegetariana, mas sentem saudade da consistência ou do aspecto da carne, a PTS pode aliviar essa necessidade sensorial. Mas, de forma geral, seu uso rotineiro não deveria ser feito. Não há estudos para se determinar a quantidade máxima a ser consumida por semana, mas eu diria para evitar consumir mais do que 2 a 3 vezes/semana. Um abraço, Dr Eric.” aqui http://www.menuvegano.com.br/page/show/dr-eric-slywitch#resposta15 . E não é a primeira vez que vejo criticarem a PTS, dizem que o consumo deve ser bem limitado, é preferível, como ele disse, optar por outros feijões. Eu não achei também embasamento sólido pra essa afirmação, mas eu sou do tipo que se estão criticando, eu evito o consumo até que provem o contrário hahaha

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s