Sobre óleos vegetais para peles oleosas e comedogenicidade (parte 2)

Lembram que falei ontem sobre a comedogenicidade dos óleos vegetais? Pois bem, hoje vim mostrar quais são os ingredientes com maior capacidade de obstruir os poros, portanto ingredientes que em hipótese alguma devem ser usados por pessoas com tendência à formação de cravos e espinhas.

Eu nunca canso de dizer: ler a composição dos produtos antes de comprar é importantíssimo, pois assim você poderá identificar algo que certamente não dará certo para a sua pele. Assim como foi dito na parte 1, não é impossível você achar produtos indicados para peles com acne, não-comedogênicos, porém com ingredientes oclusivos na forma, que podem ter causar acne e cravos. Fique sempre atenta aos rótulos!

A lista acima mostra os produtos de maior comedogenicidade (que receberam nota de 3 a 5 na escala que vai de 0 a 5), ou seja, maior capacidade de causar acne e cravos. Dentre eles, destaque para o extrato de algas (algae extract), óleo de gérmen de trigo (wheat germ oil) e sódio lauril sulfato (sodium laureth sulfate), que estão entre os que receberam nota 5.

A tabela acima é curiosa porque mostra que até alguns tipos de álcool podem obstruir os poros, como é o caso do Isocetyl alcohol, Oleyl alcohol, Cetearyl alcohol + ceteareth 20. Isso acontece frequentemente com os famosos “álcoois gordos”, álcoois geralmente derivados de óleos vegetais (dentre outras matérias primas) que costumam ser mais gentis com a pele, porém podem ser oclusivos em alguns casos.

Nessa tabela, dentre os óleos e manteigas vegetais que devem ser evitados (uso cosmético) por peles oleosas podemos citar a manteiga de cacau (nos lábios é ok), manteiga de amendoim, óleo de abacate, óleo de soja, óleo de semente de algodão, dentre outros.

Uma das manteigas menos problemáticas para serem usadas em peles oleosas é a manteiga de katiré (shea butter), embora eu não recomende de olhos fechados, depende muito do produto. A cera de candelilla e carnaúba também aparecem como ingredientes de baixa comedogenicidade, já a cera de abelha depende um pouco da origem do material.

De modo geral, a tabela acima é bem interessante porque além de mostrar a comedogenicidade dos produtos, mostra a capacidade que ele têm de causar irritações. Um artigo bacana também para consultar a comedogenicidade (bem como o potencial irritante) de um ingrediente é esse aqui.

Sei que o post pode parecer meio vago para muita gente, mas para quem tem acne e/ou problema com alergias, é de extrema utilidade. Saber o que dá certo ou não para a sua pele antes de comprar evita (e muito) decepções!

Fontes: Total BeautyToday BeautyZerozitsAcnetreatmentcenterwa

16 comentários sobre “Sobre óleos vegetais para peles oleosas e comedogenicidade (parte 2)

  1. muito bom o post Nyle!

    Eu imaginava que o conjunto sabonete, tônico, sérum e hidratante pudesse provocar espinhas na TPM mas nem imaginava por quê…

    Simplesmente troquei pelos naturais e não prestei atenção nos rótulos…
    Sobrou um tônico convencional, que era ótimo p/ o caso de ficar sem por sei lá o motivo…

    E eu vi que muita coisa comedogênica, que ninguém poderia supor estava lá… num tônoico p-ra peles mistas e oleosas!

    Vou mais é divulgar! Parabéns!

    Bj!

    1. Pois é, a gente nem imagina, né? Tem até álcool que pode obstruir os poros, não duvido de mais nada nessa vida hahahah beijoss

  2. Muito bom o post, de grande ajuda pra mim que sofro com esse problema. Olhei meu hidratante facial(que promete ajudar a acabar com cravos e espinhas) há pouco tempo e tem muitos desses ingredientes =/
    Realmente, espinha faz tempo que não tenho, mais os cravos aumentaram!
    Ainda bem que já está acabando, nem vou usar mais e prestar muita atenção nisso agora.

    1. Aumentaram? Então pode ser o hidratante ou outro produto que você esteja usando :/ dê uma olhada e fique mais atenta, Isabela. Beijoss

  3. Oi Nyle. Deixei um comentário com uma pergunta no post anterior, sobre os óleos, e vc não aceitou e, obviamente, não respondeu. Por que?

    1. Gabriele, não veio a sua pergunta, se tivesse vindo eu certamente responderia, sempre respondo os comentários. Às vezes foi pra caixa de spam por algum motivo e eu não vi, me manda de novo que eu não vi, mesmo!

      1. Bem que eu achei estranho. Peço desculpas. Eu perguntei a respeito da frequência com que se deve usar os óleos. Tipo todo dia, 2 vezes na semana, ou só à noite, enfim…
        Bjos.

      2. Então, daí vai muito de como a sua pele vai responder, sabe? Tem pessoas que hidratam a pele duas vezes ao dia (meu caso), tem pessoas que hidratam uma vez só e acham que é o suficiente, vai muito de cada pele. Acho que você deveria fazer o teste e ver como sua pele responde, comece usando uma vez ao dia, antes de dormir. Aí depende de como sua pele reagir você pode ir usando duas vezes por dia, todos os dias. Se você achar que é demais, use dia sim e dia não, de 1 a 2 vezes por dia. Vai depender da sua pele mesmo!

  4. Nossa, incrível!
    Primeiro post que trás essas informações super úteis para quem sofre a anos com a acne como eu!
    ja estou aqui checando todos os meus produtos
    Nossa,se todos os sites fossem como esse….

    Muito obrigada querida!!! salvou a minha vida!!
    Beijão^.^

  5. Oi! Tem uma base da Vichy Normaderm Teint que embora seja não comedogênica contém em seus ingredientes a substância ALGAE, mas não especifica qual tipo é, e não está listado entre os primeiros ingredientes da lista. Será que oferece riscos? Pois minha pele tem tendência à acne…

    1. Algae é um dos ingredientes mais comedogênicos que tem! Eu não sei se, nesse produto, a presença desse ingrediente significa que vá ser comedogênico, mas esse ingrediente é bastante comedogênico e a quantidade do ativo que tem no produto de repente pode te causar algum problema. beijos

  6. Nyle, primeiramente gostaria de lhe parabenizar pelo blog. Ao contrário de muitas blogueiras, vejo que você pesquisa bastante antes de escrever e proporciona um conteúdo de qualidade. No entanto, essas tabelas me deixaram com a pulga atrás da orelha. Você acha que elas são fontes realmente confiáveis? Você não estranhou o óleo mineral (mineral oil) aparecer como tendo comedogenicidade 0 ou -2, enquanto o óleo de coco, que é um óleo vegetal, ganhar uma nota alta na escala? Quero dizer, você mesma já escreveu sobre como óleos mineirais e petrolatos podem obstruir os poros, e todo mundo que faz low/no poo também ouve a mesma coisa. Buguei aqui. Você tem algum palpite para isso?

    1. É uma boa observação, querida. Mas mesmo em outras fontes o óleo de coco havia alto grau de comedogenicidade, porque ele é mais espesso mesmo, um pouco mais difícil de absorver. Mas acho que cabe um olhar mais cauteloso pra isso mesmo!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s