Menos onze

Quem me conheceu em 2011 ou esse ano mesmo nem imagina que eu já tive uma fase “gordinha” (aqui eu mostrei uma foto jurássica em que eu estava cheinha e aqui tem uma foto minha já com 55 kg). Tenho 1,75 m, atualmente meu peso tem ficado entre 57 e 59 kg, mas nem sempre foi assim. Desde que me conheço por gente tenho problemas com peso, minha família no geral tem, só que o auge disso foi 2010, ano em que cheguei a 66 kg.

Assim que terminei o meu namoro, fiquei realmente triste comigo mesma por ter sido tão desleixada e ter deixado chegar a esse ponto, então a partir daí decidi que ia emagrecer (e criar vergonha na cara) definitivamente e não ia ficar naquela novela de efeito sanfona.

Botei na minha cabeça que queria perder 10 kg e, de 2010 para 2011, fui de 66 kg para 55 kg (perdi mais do que pretendia até) e minhas calças passaram de 44 – 46 (eu sempre tive um quadril absurdo) para 38 – 40. Como muita gente me pergunta como eu fiz para perder tudo isso, hoje vou contar para vocês como foi esse processo e quem sabe isso possa ajudar muita gente que precisa de um “empurrão”.

Sem pressão

Antes de mais nada, eu não determinei que ia perder peso para determinado mês, dia, ano. Sinceramente, acho que isso foi ótimo para mim, eu fiz tudo com calma, não me pressionei ao extremo, não fiquei com aquilo “nossa, mês tal está chegando, tem aquela festa, preciso perder logo”.

Quando nos pressionamos a perder muito peso em um curto período de tempo, isso só aumenta a tensão e quanto mais nervosa você estiver, maior é a chance de a dieta não dar certo, você se descontrolar. Eu estabeleci que ia perder no meu tempo (lógico, não ia demorar 8 anos para perder 10 kg, mas também não seria em 2 semanas) e que isso ia me fazer bem. Isso me ajudou a manter o foco e a calma.

Alimentação

Eu sou vegetariana há cerca de 3 anos e alimentação saudável já fazia parte da minha vida, porém, vegetariano também engorda. Eu não sou chegada em doces, refrigerantes, nada disso, mas o meu ponto fraco são as massas e, pior do que isso, massas à noite. Refrigerante foi fácil cortar, nunca tive o hábito, doces também, mas com as massas eu confesso que penei.

Resumidamente, eu substituí o pão francês pelo pão integral, só tomava leite desnatado (até porque eu sempre tive pavor de leite integral), no almoço (ou qualquer outra refeição) eu jamais misturava dois tipos de carboidratos, geralmente comia salada com arroz e feijão ou então salada + um pouco de macarrão integral. Claro que o cardápio era BEM mais elaborado, mas no geral era isso.

No café da tarde eu comia frutas/batidas ou então uma fatia de pão com um copo de suco, no café da manhã eu abria uma exceção e comia pão francês sem miolo e café com leite (tira a minha alma, mas não tira meu café com pão). A partir das 19 h eu tomava iogurte desnatado com 1 gotinha de adoçante (ir na raça não rola) e se eu estivesse com muita fome, comia 3 torradinhas light com um pouco de queijo cottage.

Como podem ver, não tem tanto mistério, eu apenas cortei guloseimas, refrigerantes (porcarias no geral), não abusava à noite, tomava 2 L de água por dia e combinava bem meus alimentos (lembram que já falei disso aqui?). Eu fiz errado em não procurar uma nutricionista, chegou um ponto que minha saúde não ficou muito boa, mas se você deseja emagrecer bastante, procure orientação médica.

Exercício físico

Paralelamente à dieta, o exercício físico foi essencial para que eu conseguisse queimar as gorduras que eu precisava. Primeiro comecei a caminhar (em passos rápidos) 3 vezes por semana, depois que eu já estava me sentindo mais leve, comecei a correr também.

Eu não me preocupei com academia nesse meio tempo, como a minha perda de peso seria lenta e gradual, eu foquei nas atividades aeróbicas primeiro e para mim deu certo. Eu só fui entrar na academia bem depois, quando eu já tinha perdido tudo que eu queria.

Escapando

Na perda dos 5 primeiros quilos, eu não saia da dieta de jeito nenhum, nem nos finais de semana (e isso requer toda a determinação do mundo, colar a foto da Megan Fox de calcinha na porta da geladeira se for preciso), mas depois eu me dava o luxo de sair da dieta domingo, e só no almoço também.

Quando eu digo “sair da dieta” é mais ou menos repetir o arroz e feijão duas vezes ou comer só meio pedaço de lasanha de 4 queijos (a que eu faço é o paraíso). Eu continuei não tomando refrigerante, não comendo doce e evitando massas no geral.

E é lógico que tudo que é bom dura pouco: na segunda eu já corria/caminhava um pouco mais, compensava essa escapulida de alguma forma. Acho que isso vale para qualquer uma: se está com vontade de comer, coma um pouquinho. Dois quadradinhos de chocolate (no máximo), a pontinha de um pedaço de pizza ou ainda meio pedaço de lasanha não faz mal, desde que você compense isso depois. Claro, você não vai fazer isso todo dia, mas quando você não estiver aguentando mais se segurar, se dê esse pequeno luxo!

—————————————————————————————————————————————————-

No geral, tudo que eu fiz foi isso. Nada fora do normal, apenas tive determinação, fui no meu tempo e deu tão certo que até hoje meu peso não sai de 57 -59 kg. Eu continuo me policiando, me alimentando saudavelmente, praticando atividade física e valeu muito a pena o esforço. Amanhã continuo o assunto, dando algumas dicas sobre que erros não cometer ao fazer dieta!

Anúncios

29 comentários sobre “Menos onze

  1. Nossa Nyle, que bom esse texto, veio em boa hora. Quero eliminar 15 kg não pra ficar magra, sabe? mas pra ficar saudável. Esse sobrepeso compromete a minha saúde e eu tô começando nessa luta. Espero que eu consiga. Beijo!

    1. Sério? Que bom que tomou essa iniciativa então, no seu caso é muito importante que você procure ajuda médica também, por conta da sua saúde e tudo mais. Boa sorte, beijos!!

  2. Nyle, eu não consigo sair do efeito sanfona 😦
    Somente este ano perdi 6 kilos, porém recuperei novamente.
    Se eu fico muito tempo sem comer nada, nem um docinho me bate uma deprê.

    1. Mas o processo do emagrecimento não é só perder, sabe? Tem que dar continuidade, continuar se policiando, não tanto, mas se controlar pra não ganhar o que perdeu. Come doce de banana diet, barrinha de cereal, uma coisa doce, maçã também é bem docinha, ajuda a matar a vontade de doce. Se tu não aguenta ficar sem chocolate, por exemplo, come 2 ou 3 quadradinhos de chocolate meio amargo, ele sacia muito rápido e faz bem para a saúde, só não pode abusar. Beijoss

  3. Tem duas semanas que estou fazendo uma dieta bem parecida com a sua e confesso, tem horas que dá vontade de desistir, perder é muuito mais difícil que ganhar hahaha Pretendo perder 8 kg porém não tenho muito tempo para exercícios então, o jeito é me privar das gostosuras. Ler seu post me deu um novo ânimo vlw. Parabéns.. eu também vou conseguir!!

  4. Nyle, acho interessante você falar sobre porcentagem de gordura em relação ao peso corporal total! Eu mesma, tbm tenho 1,75 de altura, e peso 68kg. Preciso perder uns 4, no máximo 5 quilos, e sei que se eu perder mais que isso vou ficar muito magra. Eu uso manequim 40, mas em compensação tenho muita massa magra, então se basear só pelo peso é difícil, pois é muito relativo! Enfim, seu blog é muito bom, suas dicas são ótimas e com certeza essas vão me ajudar com os 5 quilinhos insuportáveis que preciso abandonar! Beijos

    1. Sabe que eu acabei não medindo isso? hahaha porque foi muito gradual, entende? demorei 1 ano pra perder tudo isso, então demorou, mas o meu problema foi que eu tenho corpo “pêra”, da cintura pra cima meu corpo é muito magro, só engordo da cintura pra baixo, aí fica uma bagunça. Com 55 kg eu tava magra demais, tava feio, mesmo, daí engordei e ganhei massa magra na academia, fui pra 57 – 59 saudavelmente e tal. Isso é muito relativo como tu disse, depende da estatura de cada pessoa, porte físico, é complicado, mas hoje eu me sinto bem como eu to, 57 – 58 pra mim é o ideal. Obrigada pelo carinho, beijos Juliana!

      1. Ah, e se der fale também sobre o consumo de bebidas alcoólicas. Não sei como foi no seu caso, mas abandonar esse meu hábito de final de semana é umas das partes mais difíceis pra mim nesse processo de emagrecimento!

      2. Eu deixei de sair hahahahha chegou um ponto que eu sabia que não ia me controlar, que ia acabar tomando uma cerveja, daí eu deixei de ir pra bar, só via os amigos em casa, fazíamos outras coisas que não envolvessem bebidas. Claro que nem sempre dava pra evitar, mas isso ajudou bastante

  5. Bem legal. Tenho a mesma altura que você e peso 60kg. Meu corpo em geral é magro, mas de vez em quando fico com aquela “pancinha” desconfortável (eu falto MUITO a academia). Eu costumava ser bem “magra de ruim” até os 15 anos, então mesmo agora com 17 nunca consegui me acostumar muito bem a me policiar.

    1. Sim, é igual outra leitora disse mesmo, essa história de peso, gordura, é muito relativo, depende muito da pessoa, do porte físico. Como eu não vou à academia com tanta frequência assim (mais de 4 vezes por semana, por exemplo), com 60 kg eu já fico meio cheinha, porque sou quadrilzuda e rola pancinha também. Mas no seu caso é ainda mais fácil, tenta se empurrar pra ir à academia hahahha caso você não tenha tempo, tenta ir a pé aos lugares sempre que possível, subir mais escada, se exercitar com atividades cotidianas na medida do possível. Não é lá aquelas coisas, mas já ajuda muito. Beijoss

      1. Nyle, desculpe perguntar, quantos cm de quadril vc tem?

        É, estou precisando me alimentar adequadamente e fazer exercícios físicos. A barriga me incomoda muito, não uso mais blusa “colada”, uso blusa que não mostra o volume da minha barriga. Sou magra, tenho quadril largo e ainda bem que não tenho gordura localizada nessa parte do corpo, mas a barriga, poxa, a barriga me incomoda muito. Não tenho tempo disponível das 12h até 21h, então, vou me esforçar para fazer caminhadas rápidas, andar de bicicleta no período da manhã, alternar esses exercícios aeróbicos com a academia e vou marcar uma consulta com uma nutricionista vegetariana.

      2. Juliane, meu quadril é enorme, em época que eu engordo mais tenho uns 105cm de circunferência. Quando tô mais magra fica entre 100 – 102 cm. E o caminho é esse, fazer atividade física,pedir ajuda deu m profissional. Voce vai conseguir sim!

  6. em meio a suas fotos antigas (sim, stalkeei) ví que seu cabelo mudou muito também. Sou nova no blog, n sei se falou sobre. Mas acharia legal ler sobre. Adoro seu trabalho no blog! beijos

    1. Stalk é arte hahahaha sim, mudou muito, nunca falei sobre, gostaria que eu falasse sobre o que especificamente? Eu falo numa boa, só me pedir. Obrigada pelo carinho, beijos!

  7. Que bom ver esse post! 🙂
    Sempre acompanhava você no twitter e agora aqui no blog. Admiro muito sua inteligência e agora, a força de vontade e determinação; deu um gás na minha iniciativa. Sou baixinha (1.57) do quadril largo, bundão, peitão, pernão — cintura e pescoço finos. Não tenho uma barriga que me incomode e não me considero gorda, mas não importa o quanto eu perca peso, sempre aparento “cheinha”. Claro que preciso emagrecer, mas meus esforços sempre parecem ser em vão. Você tem alguma dica pra mim? Ah, e, pra enfatizar o post motivador, será que podia postar mais fotos estilo antes-depois?
    Um beijo e parabéns pela dedicação ao site. Té mais!

    1. Maria, então, na época que eu estava mais “cheinha” eu não tirava foto de corpo, sempre me escondia, tanto que essa foto que eu postei é muito antiga , muito mesmo, foi uma das únicas que eu consegui :/.

      É que assim, quando a mulher é tudo ão como tu disse, é difícil, o importante é tomar cuidado com a barriga, quadril, pernas e quanto a isso, academia é essencial. Tu pode focar em exercícios aeróbicos para tentar eliminar qualquer gordura que estiver te atrapalhando e paralelamente, malhar essas partes que citei. Nisso o instrutor tem que ajudar e orientar, mas no geral, se você quer perder alguma coisa, você tem que pegar pouca carga e fazer mais repetições.

      Como eu disse no post, o processo do emagrecimento é bem completo, é exercício físico, alimentação equilibrada, cuidado com a saúde para não adoecer, acompanhamento médico e não menos importante, muita água. Às vezes tu pode achar que está parecendo “cheinha” por retenção de líquidos, aí é imprescindível que você beba 2 L de água diariamente. Bom, estando aqui do outro lado do computador é difícil “analisar”, mas tenta fazer isso: exercícios aeróbicos (bicicleta, caminhada, esteira, dança etc) e musculação (com orientação do instrutor e fazendo aquilo que eu te falei, mais repetições com menos carga), alimentação balanceada, ingestão correta de água. Faça o teste e veja se assim dará resultado! Eu tenho certeza que sim, tu consegue.

  8. Nyle parabéns pelo blog, mesmo! Era de Cruzeiro e já meio que te conhecia de vista e estou admirada pela sua facilidade ao escrever de uma forma tão simples, sinceramente eu invejo porque eu sou péssima com palavras… Mas vim aqui parabeniza-la pelo blog adorei os posts, conheci seu blog por meio de um link que eu vi num comentário no facebook e adorei. Te desejo sucesso e que continue postando que você tem podemos dizer um talento ao escrever e que merece ser reconhecido, beijos.

  9. Foi muito bom ler esse post agora, eu estava precisando de uma motivação pra encarar de verdade uma dieta. Sempre fui magrinha, tenho 1,70m e pesava 50 ~ 52kg. Quando entrei no cursinho comecei a engordar, principalmente porque ficava sentada o dia todo estudando, mas me descontrolei mesmo quando entrei na faculdade, é muito difícil se alimentar bem quando você mesmo faz sua comida (lavar alface é um saco), e agora bati no ponteiro dos 65kg. Não estou gorda, não rola pancinha nem nada, mas to incomodada, sabe? Espero ter forças pra resistir ao meu chocolatezinho ): haha obrigada pela inspiração, Nyle!

    1. Eu com 1,75 quando bati na casa dos 65 já fiquei bem gordinha hahah nada me servia. Mas força, Joyce, tu consegue sim! beijoss

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s