Drenagem linfática facial

Um grande abraço para você que bebeu o mundo inteiro ontem à noite e acordou com a cara pesando oito quilos. Hoje eu acordei, olhei no espelho e o espelho está lá chorando até agora. Meus olhos estão inchados, minha olheira está quilométrica e enfim, só falta me enterrar porque eu com certeza devo ter morrido. Diante de tudo isso, eu comecei a pesquisar no google e no youtube essas automassagens e me deparei com isso de drenagem linfática facial. Não sei se eu sou muito “alheia” a essas coisas, mas confesso que eu nem sabia que tinha. Procurei saber mais e resolvi postar aqui o que consegui achar de mais objetivo sobre o assunto e outras coisas eu resumi e simplifiquei porque era muito extenso.

Para que serve a drenagem linfática facial?

A drenagem linfática facial tem objetivos preventivos, estéticos e terapêuticos, pois estimula o sistema de defesa, a circulação sanguínea, a oxigenação dos tecidos e ajuda na eliminação de líquidos que ficam retidos. Age também tonificando a pele e retardando o envelhecimento dos tecidos, ajudando a atenuar bolsas, marcas de expressão na região dos olhos e do rosto.

No caso de fins terapêuticos, obviamente você precisa fazer com um profissional especializado, porque é preciso muita higiene e conhecimento, pois se está mexendo em algo sério. Nesse sentido, a drenagem linfática (corporal e facial) é indicada para pós-operatório, pois quando realizada na área da cirurgia, há a compreensão do líquido retido e sua eliminação de forma rápida pelo organismo evita infecções.

Já para as cicatrizes, é ótima logo após a lesão, pois melhora a capacidade linfática e a circulação, diminuindo o edema (inchaço, para os leigos). Se feita muito tempo depois, as chances de ficar sem nenhuma marquinha são menores, pois a circulação já ficou comprometida em função do inchaço provocado pela lesão.

Com que frequência pode ser feita a drenagem linfática facial?

Basicamente, pode ser feita sempre que você notar inchaço no rosto, mas também pode ser feita diariamente, uma vez por dia, como ação preventiva.

Há contra-indicação para drenagem linfática facial e corporal?

Sim, há. No vídeo que eu peguei para mostrar o passo a passo a fisioterapeuta não diz, mas depois de pesquisar mais em um site médico, descobri que há sim. Como todo processo que mexe com o corpo, é preciso ter cuidado em certos casos. Contra–indicação absoluta (ou seja, não é recomendado fazer em hipótese alguma): pacientes com histórico de tumor maligno, tuberculose e infecções agudas. Contra–indicação relativa (ou seja, para fazer é preciso consultar um médico): casos de acnes graves, insuficiência cardíaca descompensada, insuficiência renal, presença de colostomia, asma bronquial, flebite, tromboses, tromboflebites, hipotensão.

Como fazer?

Bom, eu procurei bastante sobre, mas as explicações escritas eram complicadas demais, então separei um vídeo onde a explicação era mais prática e até fácil de executar. Obs: A pele e os músculos do rosto são mais sensíveis que as demais áreas do corpo, logo, é preciso ter cuidado e leveza nos movimentos. Não vá com mãozona de pedreiro fazer movimentos grossos no rosto porque irá te prejudicar. Vá com calma, principalmente na área dos olhos. No vídeo fala que não é preciso aplicar hidratante facial para fazer, mas de preferência coloque um pouco de hidratante facial nos dedos, bem pouco mesmo, para evitar “assar” a pele por conta dos excessivos movimentos.

Feliz dois mil e ressaca.

Beijos, até

Um comentário sobre “Drenagem linfática facial

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s