Guia detalhado sobre bases: parte 1

Olá!

Hoje iniciarei um guia detalhado sobre bases, que será dividido em três partes para não ficar muito cansativo. Ele é necessário porque nós traremos várias resenhas sobre esses produtos, e se você não souber os conceitos, poderá ficar em dúvida se a base é adequada ou não para a sua pele, por mais objetiva que seja a resenha. São muitas opções de preço, cor, textura, acabamento, aplicação, entre outras coisas. O guia é detalhado assim para ajudar tanto as pessoas que não sabem nada sobre o assunto, quanto as que já entendem um pouco, mas querem saber mais.

A primeira parte falará sobre a utilidade da base, como preparar a pele antes de passá-la, os tipos de cobertura e esclarecerá alguns termos sobre o assunto. A segunda parte trará os tipos de acabamento que a base pode proporcionar, os tipos de textura que você pode encontrar e como escolher a cor. E, finalmente, na terceira parte, explicarei os tipos de base adequadas para cada pele, os pincéis de aplicação e mostrarei exemplos práticos de todos os conceitos do guia. É, é bastante coisa. Por isso vou parar de papo e começar logo, vamos lá:

Parte 1:

Para que serve a base?

Resumidamente, a base serve para corrigir imperfeições e uniformizar o tom da pele.

Como preparar a minha pele antes de usar a base?

  1. É imprescindível estar com a pele limpa. Lave o rosto com o sabonete facial adequado ao seu tipo de pele.
  2. Tonifique. Esse passo é importantíssimo para quem tem pele mista ou oleosa. O tônico facial completa a limpeza, retirando as impurezas, equilibrando o pH da pele e ajudando a segurar a oleosidade.
  3. Hidrate. Até quem tem pele oleosa precisa manter o rosto hidratado. Nesse caso, escolha hidratantes específicos para peles oleosas. A pele hidratada é importante porque a protege da maquiagem e também ajuda a fixá-la.
  4. Se preferir, use um primer. O primer é um produto que vem antes da base, ele tem como objetivo amenizar as expressões faciais, poros dilatados e imperfeições em geral, além de segurar a oleosidade e fixar a maquiagem por mais tempo. É indicado para quem tem pele mais “difícil”: com manchas, acnes ou muitas imperfeições. Para quem tem pele mais lisa não é extremamente necessário, mas vale ressaltar que ele fixa a maquiagem por mais tempo, o que é muito importante.

Tipos de cobertura

  • Cobertura leve: bases de cobertura leve são bases que deixam a pele com aspecto mais natural e suave. Ideal para usar à luz do dia. São indicadas para peles sem muitas imperfeições. Geralmente necessitam do uso do corretivo, pois não cobrem totalmente acnes e olheiras.
  • Cobertura média: bases assim deixam um aspecto menos natural, mas em compensação camuflam melhor as imperfeições. Não cobrem totalmente as acnes, por exemplo, mas ajudam a disfarçar e muito. Dependendo da base e do nível das olheiras, dispensam o uso do corretivo. É, diga-se de passagem, o tipo de base que mais gosto.
  • Cobertura alta: massa corrida de cada dia nos dai hoje. Bases de cobertura alta são bases para peles com muitas manchas, acnes ou imperfeições. São “carregadas”, o seu uso é ideal para fotos ou para a noite, por exemplo. Mas, cuidado: esse tipo de base requer uma boa aplicação, pois se não corre o risco de você ficar parecendo um boneco de cera. Dispensam o uso de corretivo, cobrem totalmente olheiras, acnes e imperfeições em geral.

Termos relacionados ao assunto

  • Craquelar: eu nunca vi uma definição propriamente dita desse termo, mas geralmente pode se referir a quando a pele absorve a água da base e ela “esfarela” na face ou quando a base fica com aspecto “rachado”. Hidratar a pele antes de passar a maquiagem evita esse problema nos dois casos.
  • Transferir: é o que acontece quando você passa a base e ela não tem boa absorção. Por isso, acaba saindo ao passar a mão, papel, ou qualquer outra coisa no rosto. Transpirar também faz com que a base transfira na maioria das vezes.

Por hoje é só isso, está dando para entender legal? Qualquer dúvida sobre essa primeira parte é só perguntar nos comentários. Amanhã virá a segunda, onde, dentre outras coisas, falarei daquele papo todo de acabamento “mate”, “semi-mate”,“acetinado” etc. Acompanhe!


7 comentários sobre “Guia detalhado sobre bases: parte 1

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s